Marque uma consulta:

(34) 3219 0551

(34) 3237 4220

(34) 99789 7779

ESPECIALIDADES:   RQE- 10760   |    RQE-22435

Principais Tratamentos

Síndrome dos Ovários Policísticos

Olá amigas! Vou falar para as mulheres sobre a Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP). Atenção: ela pode ser responsável por infertilidade, excesso de pelos, oleosidade da pele, queda de cabelos e estar associada a obesidade e maior risco de diabetes, hipertensão arterial e doenças cardiovasculares!

Nesta síndrome, os ovários não funcionam muito bem. Em condições normais, uma vez ao mês, eles formam uma estrutura chamada folículo que cresce e produz hormônios até finalmente liberar o óvulo através da ovulação. Se não fecundado, o óvulo desaparecerá e seu folículo também, levando a queda dos hormônios e à menstruação.

Mas, nas mulheres com SOP, os ovários produzem vários pequenos folículos que nunca ou quase nunca serão ovulados. E por isso, eles permanecem produzindo hormônios constantemente, levando a um excesso de hormônios androgênicos ou “masculinos”. Para fazer o diagnóstico é preciso que a mulher apresente:

- ANOVULAÇÃO, o que significa ciclos irregulares com períodos de mais de três meses sem sangramento menstrual (algumas mulheres com SOP permanecem com sangramento mensal, mas não ovulam, precisando de exames específicos para saber se isto está acontecendo).

- HIPERANDROGENISMO, o que quer dizer apresentar pelos grossos em locais que apenas homens os têm (face, região entre as mamas, barriga, abaixo do umbigo, atrás dos braços e coxa) ou excessiva oleosidade da pele e espinhas ou queda de cabelos com perda principalmente em região das “entradas” ou nada disso, mas exames de sangue demonstrando aumento dos hormônios “masculinos”.

- OVÁRIOS POLICÍSTICOS OU NÃO ao ultrassom (algumas vezes eles estão aparentemente normais ou apenas aumentados de tamanho, não sendo esta alteração essencial para o diagnóstico!).

O tratamento é possível e IMPORTANTE para aliviar os sintomas do excesso hormonal, regularizar os ciclos menstruais (evitando o câncer de útero que pode ocorrer quando não se restabelece os sangramentos mensais), melhorar a fertilidade (sim! É possível engravidar com tratamento adequado, mesmo tendo SOP!) e prevenir outras doenças que são mais comuns nestas mulheres como diabetes, pressão alta, obesidade, colesterol e triglicérides altos e doenças do coração!

Se você identificou algum destes sintomas, procure seu endocrinologista. É importante saber que sempre deverão ser excluídas outras doenças hormonais mais graves do que a SOP, mas que podem ter sintomas parecidos!

Compartilhe estas informações e contribua para o bem-estar e saúde de outras pessoas! Registre seu e-mail aqui no meu site para receber com prioridade todas as novidades! Inscreva-se no meu canal do YouTube pelo link a seguir: https://goo.gl/4UfymB.

Siga também minhas redes sociais:

Facebook: www.facebook.com/dratacianamaia

Instagram: www.instagram.com/dratacianamaia

Fonte: Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia; uptodate (traduzido e adaptado pela autora).

 JD. KARAÍBA

Rua Rafael Marino Neto, 600 - Clínica Pulso Cardiologia/Portaria - Bairro Jd. Karaíba - CEP: 38411-186 - Uberlândia - MG - (34) 3219 0551 / (34) 3225 7777 / (34) 99119 9435

 

2017 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS A DRA. TACIANA MAIA FEIBELMANN   CRM-MG 34.119

ESPECIALIDADES :    RQE- 10760 .  ENDOCRINOLOGISTA ADULTO    |    RQE-22435 .  ENDOCRINOLOGISTA INFANTIL

As informações contidas neste site não devem ser usadas para diagnosticar ou prevenir doenças, antes de iniciar qualquer tratamento procure um médico.

DESENVOLVIDO POR